Siga para a seguinte seção neste artigo: 

A Heresia da Divisão

Introdução

Em 7 de outubro de 2006, no Treinamento Internacional para Presbíteros e Irmãos Responsáveis (ITERO) que aconteceu em Whistler, Columbia Britânica, os cooperadores entremesclados na restauração do Senhor divulgaram uma declaração intitulada: "Um Alerta a Todos os Santos e Todas as Igrejas na Restauração do Senhor sobre Titus Chu e Aqueles que Promovem e Disseminam Seus Ensinamentos, Suas Publicações, Suas Práticas e Seus Pontos de Vista Divisivos." Embora centenas de igrejas e irmãos que servem terem confirmado a colocação do Titus Chu e alguns de seus cooperadores em quarentena, irmãos de oito cidades da região centro-oeste dos Estados Unidos publicaram declarações na Internet rejeitando essa quarentena. Suas declarações sustentam que o ensinamento de Titus Chu não se desvia dos itens essenciais da fé e, portanto, não constitui heresia. Muitas das declarações também contendem que o Titus não é divisivo e negam que ele tenha causado tumulto ou divisão nas igrejas. Essas afirmações demonstram o entendimento incompleto dos autores sobre a natureza da heresia, sua falta de disposição em reconhecerem os fatos testificados por muitas testemunhas e sua recusa em tratar de forma adequada e bíblica um irmão divisivo e as divisões que ele criou. Além do mais, a disseminação pública dessas declarações formais deixa em perigo leitores incautos e frustra a unanimidade entre os santos semeando dúvidas injustificadas com respeito à validade da quarentena. O objetivo deste artigo é estabelecer um claro entendimento bíblico sobre a heresia na medida em que ela se relaciona com a divisão, apresentar o padrão bíblico de como tratar com uma pessoa facciosa e herética, e mencionar brevemente algumas das divisões produzidas por Titus Chu, por seus colaboradores e pelos ensinamentos que propagam. Ao rever esses assuntos, ficará evidente que a quarentena de Titus Chu e alguns de seus colaboradores não apenas foi justificável como também era necessária para a saúde do Corpo.

A Heresia da Divisão

A heresia é comumente entendida como algo que contradiz a verdade abordada na Bíblia, e mais notadamente se refere aos ensinamentos desviados sobre a pessoa de Cristo. Esse é certamente um entendimento correto sobre a heresia, mas é apenas um entendimento parcial. A palavra grega traduzida de forma variada como "divisões", "seitas" ou "facções" em Gálatas 5:20 é hairesis - heresias. A divisão é, portanto, uma heresia, como explica a seguinte porção do ministério do irmão Witness Lee:

A divisão é contrária à unidade. A fim de praticarmos a unidade do Corpo de Cristo, precisamos perceber que a divisão é herética, sectária (Gl 5:20b-21a). Precisamos ver o real significado da palavra heresia na Bíblia. Alguns de nós podemos sentir que a heresia é algo contra a verdade revelada na Palavra santa. Muitos cristãos ensinam e praticam de forma diferente coisas como o lava-pés, o batismo e o véu. Mas a palavra heresia é usada para se referir a somente duas coisas. Primeiramente, qualquer ensinamento que negue a pessoa de Cristo em Sua divindade como Deus ou em Sua humanidade como homem é herético. Cristo é o Deus completo e o perfeito homem. Em segundo lugar, a palavra heresia também se refere à divisão. O trecho de Gálatas 5:19-21a diz: "Ora, as obras da carne são conhecidas e são: prostituição, impureza, lascívia, idolatria, feitiçarias, inimizades, porfias, ciúmes, iras, discórdias, dissensões, facções, invejas, bebedices, glutonarias..." Em Gálatas 5:20, a palavra grega para "facções" é hairesis, literalmente heresias, que significa escolas de opiniões (Darby's New Translation), seitas. Uma seita é um partido, e um partido é uma divisão. As divisões e os partidos, as seitas, são obras da carne, e "não herdarão o reino de Deus os que tais coisas praticam" (v. 21b). (Messages to the Trainees, Fall 1990, p. 125)

O irmão Watchman Nee também viu a revelação neotestamentária de que a divisão é heresia, e ajudou os santos a verem como esse significado bem particular da palavra grega foi obscurecido em nossa língua:

O significado da palavra seita é muito claro no grego. Ela é traduzida como "divisões" em 1 Coríntios 11:18, e como "facções" em Gálatas 5:20. Na realidade, as duas são a mesma palavra. Por que essa palavra foi traduzida como "heresia" na Versão King James? Em grego, a palavra é hairesis. Os tradutores da Bíblia provavelmente escolheram não traduzir o significado da palavra, usando, em vez disso, a palavra heresia. A Versão King James foi produzida pela Igreja Anglicana, e teve problema com esse versículo porque era uma igreja estatal. Essa reserva resultou no uso de uma palavra ambígua. Os tradutores provavelmente sabiam que essa não era a palavra certa, mas a usaram assim mesmo. (...) Traduzir [hairesis] como "seita" ou "divisão" e chamar o sectarismo ou a divisão de uma obra da carne teria levantado controvérsia. Foi por essa razão que a palavra heresia foi usada no lugar. Isso desviou o leitor de entender o verdadeiro significado. Na realidade, a palavra heresia não é uma palavra da nossa língua. Nenhuma pessoa que fala nossa língua entende o que ela realmente significa. (...) Uma leitura casual de algumas outras traduções lhe mostrará que a palavra hairesis é na verdade seita em nossa língua. Mas por causa de reservas, a palavra heresia foi usada no lugar em certas versões, e todos têm ficado no escuro quanto ao verdadeiro significado da palavra. A palavra grega hairesis foi anglicizada para se tornar heresy [heresia] na versão inglesa de 1611, e a palavra heresy tem estado conosco nos últimos trezentos anos. (The Collected Works of Watchman Nee, vol. 50, pp. 826-827)

Os que apóiam Titus Chu afirmam que o ensinamento que ele promove não se desvia de itens essenciais da fé e não é herético. Seu entendimento parcial do que constitui a heresia pode persuadir quem não é erudito fazendo pensar que Titus não esteja envolvido em heresia e, portanto, deve ser bem recebido como genuíno ministro do Novo Testamento por todas as igrejas na restauração do Senhor. Contudo, a árvore é conhecida por seu fruto (Mt 12:33), e o fruto do ministério do Titus é a heresia da divisão. Com poucas exceções, as igrejas na restauração do Senhor reconheceram o resultado do ministério do Titus e têm rejeitado o ensinamento que o introduziu. O irmão Lee exortou fortemente os santos a repudiar tanto a heresia relativa à pessoa de Cristo quanto a heresia da divisão:

A negação da pessoa de Cristo e a divisão são os dois únicos itens que podem ser considerados heréticos, pois são extremamente danosos. Negar a pessoa de Cristo traz insulto a Ele como a Cabeça, negando-O como tal. A divisão desmembra o Corpo de Cristo. Uma heresia danifica a Cabeça, e a outra danifica o Corpo. Essas heresias são intoleráveis aos olhos de Deus e devem ser completamente rejeitadas por nós. A Segunda Epístola de João diz que, se alguém negar a pessoa do Senhor em Sua divindade ou humanidade, nós não devemos recebê-lo em nossa casa nem mesmo cumprimentá-lo (vv. 7, 9-11). Se nós o recebermos em nossa casa ou o saudarmos, participamos em suas obras malignas. Com respeito aos que são divisivos, Paulo fortemente nos encarrega dizendo: "afastai-vos deles" (Rm 16:17). (Messages to the Trainees, Fall 1990, p. 126)

A conseqüência de não se afastar da heresia da divisão é severa. Se os santos não rejeitarem completamente a divisão, eles correm o terrível risco de passarem por julgamento por continuarem a se reunir na divisão e, assim, participarem em heresia. O irmão Lee prossegue:

A divisão é também repugnante aos olhos dos apóstolos (1Co 1:10-13a; 3:3-4; 11:17-20). No trecho de 1 Coríntios 11:17-20, Paulo condena os coríntios por se ajuntarem para pior, pois havia divisões e partidos entre eles. Paulo inclusive falou que, por estarem alguns participando da mesa do Senhor em divisão e com um espírito divisivo, havia fracos e doentes, e alguns tinham até mesmo morrido (vv. 27-30). Isso foi a disciplina de Deus e o julgamento do Senhor sobre eles por se reunirem em divisão. (Messages to the Trainees, Fall 1990, p. 127)

Que todos os santos na restauração do Senhor sejam guardados da heresia, rejeitando as divisões e seus causadores!

Tratando com uma Pessoa Facciosa e Herética

Tito 3:10 diz: "Evita o homem faccioso, depois de admoestá-lo primeira e segunda vez." A nota de rodapé 1 desse versículo na Versão Restauração da Bíblia Sagrada identifica o homem faccioso como "[um] homem herético, sectário, que causa divisões por formar partidos na igreja segundo suas próprias opiniões..." Em seu estudo das diversas traduções desse versículo, o irmão Lee descobriu abundante apoio para este entendimento:

Alguns dizem que, em Tito 3:10, "o homem faccioso [sectário]" deveria ser traduzido "o homem que ensina heresia" e que essa expressão não se refere a uma pessoa divisiva. Mas em grego essa expressão denota uma pessoa que se apega a uma opinião ou uma doutrina diferente que tende à divisão. Portanto, as versões em inglês traduzem-na como (1) um homem faccioso - American Standard Version, New American Standard Bible, Marshall's Interlinear Greek-English New Testament; (2) um homem que é faccioso - Revised Standard Version, Amplified Bible; (3) um sectário herético e que é causa de divisões - Amplified Bible; (4) uma pessoa herética que causa divisões - Wuest; (5) um sectário - W. J. Conybeare; (6) um homem que causa divisões - R. F. Weymouth; (7) uma pessoa facciosa - James Moffatt; (8) um homem sectário - Concordant Literal New Testament, Berry's Interlinear Greek-English New Testament; (9) uma pessoa facciosa - Berkeley Version; (10) um homem herético, ou seja, alguém que costuma "levantar" opiniões, sadias ou não, e um indivíduo instável e inconstante que deseja formar seitas - Young's Translation; (11) que causa divisão por um espírito de partidarismo, faccioso - Vine's Expository Dictionary of New Testament Words; (12) uma pessoa divisiva - New International Version. A maioria das traduções acima tem autoridade reconhecida. (The Ministry of the New Testament and the Teaching and Fellowship of the Apostles, pp. 30-31)

Essas definições tornam evidente que um homem faccioso e herético é alguém que se agarra a suas próprias opiniões, exaltando-as, e persuade outros a segui-lo conforme suas próprias opiniões, e produz facções que são leais a ele com base nas opiniões que promove. Por trás da exaltação que o homem faccioso e herético faz de suas próprias opiniões e por trás de sua inclinação a produzir partidos está seu desejo de lucro pessoal, e ele está disposto até mesmo a deixar de lado a verdade em busca de seus objetivos. W. E. Vine, autor do conhecido Vine's Expository Dictionary of New Testament Words, toca esses pontos de destaque quando define hairesis (heresia) como "uma escolha, uma seleção (do grego haireomai, escolher); então, aquilo que é escolhido, e, portanto, uma opinião, particularmente uma opinião autodeterminada, que é substituída pela submissão ao poder da verdade, e leva à divisão e à formação de seitas, Gl 5:20" (Vine's, p. 557). Ele nota ainda que "essas opiniões errôneas são freqüentemente o resultado de preferência pessoal ou busca de vantagem" (Vine's, p. 557). A busca egocêntrica do homem faccioso nunca pode edificar o Corpo de Cristo; pode apenas danificá-lo. A única estratégia que o Corpo pode tomar para sua própria preservação é afastar-se de tais pessoas (Rm 16:17; Tt 3:10).

Afastar-se de uma pessoa facciosa e herética é necessário para "interromper o relacionamento com uma pessoa divisiva de modo contagioso para o bem da igreja" e para manter "a única comunhão dos apóstolos na igreja" (The Ministry of the New Testament and the Teaching and Fellowship of the Apostles, p. 30). Isso não significa que odiamos aquela pessoa; pelo contrário, nosso afastamento dela é com a esperança de que seja curada de sua enfermidade contagiosa e finalmente seja restaurada à comunhão do Corpo (ver "Quarentena na Bíblia e na Prática", neste livro). Mesmo que a pessoa de quem devemos nos afastar seja boa em muitos aspectos, não podemos tolerar a divisão que ela cria, pois o próprio Senhor não a tolera. Afastar-nos de tal pessoa é colocá-la em quarentena em benefício da saúde do Corpo. O irmão Lee escreve:

Alguns dizem que a incumbência do apóstolo para tratar com os que são divisivos em Romanos 16:17 não deveria ser aplicada aos causadores de divisão na restauração do Senhor hoje. Eles dizem que Romanos 16:17 se refere aos homens que não servem ao nosso Senhor, mas ao seu próprio ventre, conforme mencionado no próximo versículo, e que os causadores de divisão na restauração do Senhor hoje não são esse tipo de pessoa. Mas precisamos perceber que em Romanos 16:17 o apóstolo condena a ação de causar divisões, independentemente do tipo de pessoa que as causa. Um irmão pode ser bem correto em todos os aspectos como um cristão, mas se ele causa divisões na igreja ou entre as igrejas, deve ser condenado e posto em quarentena, conforme a incumbência do apóstolo. (The Ministry of the New Testament and the Teaching and Fellowship of the Apostles, pp. 29-30)

Ao tratar com os que são divisivos, devemos também tomar a palavra de Paulo em Tito 3:10, que diz: "Evita o homem faccioso, depois de admoestá-lo primeira e segunda vez." Uma pessoa facciosa é alguém que é divisivo e sectário. Segundo a palavra de Paulo em Romanos 16:17 e em Tito 3:10, após a primeira e a segunda admoestações, devemos rejeitar essas pessoas e nos afastar delas. Fazer isso é pôr em quarentena essas pessoas. Pôr alguém em quarentena não significa que odiamos essa pessoa. Se um membro de uma família se torna doente com uma enfermidade contagiosa, o restante da família precisará colocá-lo em quarentena para a segurança de toda a família. Do contrário, a família inteira seria afetada. Semelhantemente, praticar a palavra de Paulo em Romanos 16:17 e em Tito 3:10 é pôr em quarentena os membros divisivos do Corpo de Cristo. Isso não é meu ensinamento; é minha exposição da Palavra santa a vocês. (A Brief Presentation of the Lord's Recovery, p. 46)

A declaração de alerta a respeito de Titus Chu e dos que o apóiam, a qual foi divulgada em Whistler, Columbia Britânica, em outubro de 2006, foi a exortação dos irmãos entremesclados aos santos na restauração do Senhor para evitarem os homens facciosos e heréticos e para repudiarem suas divisões a fim de preservar a saúde do Corpo. Em resposta, o Corpo pôs em quarentena os que são divisivos e continua orando por sua cura e restauração.

A Árvore É Conhecida por Seu Fruto: Identificando a Heresia da Divisão na Obra de Titus Chu

A obra de Titus Chu resultou em divisão claramente manifestada. A divisão em si é heresia, e os obreiros que criaram as divisões são heréticos. O que segue é uma listagem de alguns sinais inequívocos da divisão que existe nos lugares que estão sob a influência de Titus Chu, de seus cooperadores e de sua obra.

  1. Nos últimos anos, Titus Chu se tornou crescentemente audacioso em promover agressivamente seus ensinamentos que contradizem diretamente o ministério neotestamentário dos irmãos Watchman Nee e Witness Lee. Esses ensinamentos têm feito os santos sob sua influência rejeitarem o ministério que o Senhor liberou por meio desses dois irmãos (ver "Os Ensinamentos Diferentes e Pontos de Vista Dissidentes de Titus Chu e de Alguns de Seus Cooperadores".
  2. Titus Chu cultivou seguidores pessoais e levantou seus próprios cooperadores particulares que lhe são leais.
  3. Sob o ensinamento e a liderança heréticos de Titus Chu, muitas das igrejas no centro-oeste dos Estados Unidos e no leste do Canadá isolaram-se da comunhão do Corpo e têm limitado sua comunhão ao círculo daquelas igrejas e daqueles santos que recebem o ministério de Titus Chu. O Titus tem-se empenhado em cercar uma região para sua própria obra e tem tentado cortar essa região da comunhão comum de todas as igrejas locais na terra.
  4. Titus Chu tem buscado substituir o ministério do irmão Lee pelo seu próprio ministério. Com vistas a esse fim, ele tem feito sua própria obra de publicação para disseminar seus ensinamentos diferentes. Ao fazer isso, ele rejeitou a admoestação do irmão Lee de que deveríamos ter somente uma publicação entre nós a fim de não introduzir diferentes ministérios além do único ministério neotestamentário. O irmão Lee tinha clareza de que diferentes ministérios inevitavelmente conduziriam à divisão, e sua palavra provou estar correta.
  5. O Titus e seus cooperadores têm disparado um ataque veemente pela Internet, agredindo os cooperadores entremesclados, que estão fielmente dando continuidade ao ministério dos irmãos Nee e Lee, e agredindo a o Living Stream Ministry.
  6. As igrejas sob a influência do ministério de Titus rejeitaram a ação do Corpo de pôr em quarentena o Titus e os dois de seus mais vociferantes defensores, Nigel Tomes e Frank Lin.
  7. Muitas das igrejas sob a influência de Titus Chu têm-se transformado em seitas por meio de seus seguidores. Estabelecendo um controle secular de diretores acima dos presbíteros, rejeitando crentes que desejam receber o ministério dos cooperadores e desprezando um vasto número de igrejas locais como sendo indignas de sua comunhão, essas seitas abandonaram a posição de genuínas igrejas locais.
  8. O ministério do Titus Chu tem sido ativamente propagado para formar divisões em Kampala, Uganda e na China continental, e tem causado confusão e tumulto naqueles países (ver "From Such Turn Away" e os artigos da seção de Declarações deste site a respeito de Uganda).

Conclusão

As rejeições à recente quarentena proclamadas pelos irmãos de oito cidades nos Estados Unidos e no Canadá em apoio a Titus Chu e aos seus ensinamentos estão causando dano, pois seduzem santos incautos à complacência para com um causador de divisão e para com as divisões heréticas que ele e seus cooperadores estão ativamente propagando. Os que escolhem continuar recebendo o Titus Chu, seus cooperadores e os ensinamentos que eles promovem estão convidando a divisão e, portanto, a heresia para o meio deles. Conforme vimos, as igrejas que escolhem negligenciar a quarentena estão em grande perigo de se tornarem "infectadas" com os "germes" da divisão e de perderem sua posição como igrejas locais genuínas, tornando-se seitas locais. Que o Senhor as livre e a todos os santos de seguirem esse desastroso caminho.

[Tony Espinosa com Bill Buntain e Dan Sady]